YARA PINA

Corpos sem nome, 2021

sombra agredida com cinzel, terra vermelha, cal

vestígios de ação

 

 

Corpos sem nomes é sobre os corpos abandonados, ocultados clandestinamente à flor da terra e que foram destituídos do direito de serem lembrados e chamados pelo nome. Sem vínculo com seus nomes, perderam o direito de inscrevê-los na memória social. Diante da impossibilidade de terem seus nomes gravados em uma pedra tumular, já que não foram identificados pelo Estado e nem reconhecidos por suas famílias, proponho com um cinzel produzir inscrições como ato de rememorar esses corpos que vêm sofrendo constantes apagamentos e cujas existências e memórias lhes são dia após dia negadas.